e-commerce para supermercados

E-commerce para supermercados: veja os principais desafios!

Comprar online é o novo hábito dos consumidores, graças à expansão do e-commerce em 2020. Atualmente, a maioria dos brasileiros utilizam essa tecnologia, tendo em vista a facilidade e conforto proporcionado ao adquirir produtos a qualquer hora e em qualquer lugar. No ramo do varejo supermercadista, os dados são ainda mais animadores. De acordo com uma pesquisa realizada pela Statista, somente em março de 2020, o Brasil registrou um aumento de 96% de novos consumidores no e-commerce de supermercados.

Nessa realidade, muitos varejistas foram pegos de surpresa no ano passado, contudo, a tendência da demanda é aumentar, e você precisa estar preparado!

Então, continue a leitura desse artigo, e conheça os principais desafios do e-commerce para os supermercados.

Com isso, você aprenderá como driblar esses problemas e se tornar um sucesso no comércio eletrônico de supermercado.

Acompanhe a leitura!

A adaptação dos supermercados ao E-commerce?

A realidade é que, muitos varejistas foram pegos de surpresa com o adiantamento do comércio eletrônico voltado para supermercados.

Nesse contexto, muitos processos foram adaptados e muitos obstáculos foram cruzados até que os varejistas do ramo compreendessem a real necessidade do e-grocery.

Isso porque, para vender em supermercado online, apenas colocar o produto na internet não é a solução.

Na verdade, os supermercados são estabelecimentos repletos de desafios, que são descobertos diariamente, com a rotina.  

Mas como nós sabemos, para todo problema há uma solução.

Por isso, os gestores de supermercados passaram a estudar metodologias novas para adaptar processos de: pedido, agendamento, pagamento, separação, transporte e entrega de forma a inovar e facilitar a vida do cliente.

É importante destacar que, se tratando de comércio online de supermercados, a agilidade e facilidade é o que transformará um consumidor em um cliente.

Por isso, o e-commerce de supermercado tem buscado atender às expectativas e às necessidades da ampla gama de personas que a internet pode oferecer.

E-grocery e seus desafios

Estoque

Por se tratar de supermercados, um dos maiores desafios da compra online são os produtos perecíveis.

Bem, tendo em vista sua vida útil limitada e alta rotatividade, os varejistas precisam ter bastante atenção nesse aspecto.

Não somente, quem trabalha com o e-commerce, pick up in store e venda 100% física deve compreender que haverá clientes andando pela loja com parte do estoque nos carrinhos.

Então, é de suma importância ter um sistema de gestão que forneça dados reais sobre o nível de estoque, para que ele seja o mais preciso possível.

Área de alcance

Mesmo que você configure diversos pontos no mapa para ampliar o alcance, sempre haverá pontos cegos.

Além disso, o e-commerce de supermercado costuma atender somente pessoas que residam em bairros mais próximos, deixando de fora áreas um pouco mais distantes.

Separação, embalagem e expedição 

O processo de separação de pedidos em supermercado costuma ser demorado, visto que os produtos estão espalhados por diversos setores.

Além disso, existem questões como o peso dos produtos, cuidados especiais, reposição, cancelamento e a necessidade de se comunicar com o cliente.

Não somente, imprevistos acontecem e os próprios consumidores podem mudar de ideia durante a separação.

Tudo isso atrasa a entrega para o cliente, por isso, o supermercadista precisa realizar investimentos em pessoas e ferramentas para agilizar esse processo. 

Tempo de entrega das compras feitas no e-commerce para supermercados

O tempo de entrega tem sido um dos maiores gargalos dos supermercados, tendo em vista o tipo de produto que esses estabelecimentos trabalham.

Em entregas de objetos comuns, os varejistas podem inserir em uma caixa de correio e passar dias até chegar às mãos do consumidor. 

Entretanto, essa não é a realidade das entregas do e-commerce para supermercados.

Diante disso, os varejistas precisam analisar o tempo de entrega de pedidos disponíveis para conseguir dar conta do número de pedidos e suas respectivas entregas.

A dica para esse desafio é otimizar a administração de entrega a partir de softwares de gestão voltados para esse fim.

Dessa forma, o seu estabelecimento poderá aumentar a eficiência e a lucratividade, mesmo em situações em que o volume de pedidos aumenta.

Desafios para o ano de 2021 no e-commerce para supermercados

Sem dúvidas, o e-commerce é tendência para agora e para os próximos anos e, se você deseja acompanhar o mercado, a hora de compreender os desafios e mudar a estratégia é agora!

Para 2021, temos um público que busca incansavelmente um consumo facilitado, no conforto de casa, mas com qualidade e agilidade.

Por isso, um dos maiores desafios do e-commerce para supermercados é prestar atenção especial à experiência do usuário.

Bem, para alcançar isso, é necessário investimentos que garantirão uma experiência ininterrupta no e-grocery, assim como qualquer outra loja de comércio eletrônico.

Nesse cenário, os varejistas online devem disponibilizar navegação mais simples e recursos mais intuitivos, para abarcar os mais diversos níveis de consumidores.

Como resultado, o seu estabelecimento obterá mais retornos e você poderá investir em excelência, qualidade e expansão de atendimento. 

E aí, gostou desse tema e ficou curioso(a) para conhecer mais? Então leia o artigo Saiba como os supermercados estão superando desafios na pandemia.

Fique por dentro dos nossos conteúdos semanais!
Fique tranquilo, nunca enviaremos spam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *