principais-tendencias-no-varejo-2021

Tendências do Varejo 2021: confira as principais!

Ultrapassamos metade do ano de 2021 com a retomada gradual da normalidade. Embora, com os impactos sofridos pelo varejo em face da pandemia do novo coronavírus, muitas coisas modificadas tendem a continuar. 

Por exemplo, com o avanço das vacinações, o setor do varejo, em especial, aqueles que funcionam de forma física, enxergam novos horizontes, com esperança de melhoria.

Bem, vivemos um “novo normal” há mais de um ano, mas mesmo voltando, o retorno do comércio passará por mudanças drásticas. Isso porque o comportamento do consumidor mudou. 

Hoje, enfrentamos um público que é conhecido como consumidor 4.0, extremamente exigente e ligado a tecnologia, principalmente, devido a ascensão do e-commerce.

Nesse cenário, muitos varejistas buscam novas estratégias para se manter competitivo.

Afinal, encontrar formas de engajar o cliente e se manter próximo a ele é uma questão de sobrevivência no mercado atual.

Mas e aí, o seu mercado já está preparado para o ritmo digital do segundo semestre de 2021?

Continue a leitura do artigo e saiba como se preparar para essa nova fase do varejo e melhore os resultados de venda!

Mercado atual

Antes de chegarmos nas tendências para 2021, precisamos compreender qual o cenário atual do mercado.

Não é novidade que o dólar está mais alto e a inflação alcançou patamares extremos e esses números refletem diretamente nos consumidores.

De acordo com o Boletim Focus, disponibilizado pelo Banco Central do Brasil, a expectativa de inflação para 2021 foi de 5,06% em maio para 5,44% em junho. 

Com relação ao dólar, as projeções para dezembro demonstram que a moeda pode estar cotada em torno de R $5,30, um valor acima do atual.

Ainda no Boletim Focus, vemos que setor financeiro tem uma expectativa de juros em torno 6,50%, com inflação em queda e dólar estável. 

Caso o PIB tenha um crescimento de acordo com a expectativa (4,36%) do PIB para este ano é de 2,3% em 2022, o país Brasil terá dois anos seguidos de crescimento acima de 1,5%.

Esse será um marco que ocorreu pela primeira vez desde 2013.

Com isso, podemos ter esperança com relação a economia do Brasil, em especial para os supermercados brasileiros.

Isso porque o setor avançou 2,77% na comparação anual, em termos reais, e acumulou uma alta de 4,06% nos primeiros quatro meses. 

Tendências do varejo para 2021

Agora que você pôde ver que temos expectativas positivas economicamente para o segundo semestre e para o ano que vem, é hora de preparar o seu mercado para a nova fase.

Veja as principais tendências de varejo para 2021:

  • Loja virtual para supermercado 

Com todas as mudanças que ocorreram em todo o mundo em decorrência da pandemia do novo coronavírus, não tem como falar em tendência sem citar as lojas virtuais.

Por isso, o varejo supermercadista que ainda não se adequa ao formato de vendas online precisa repensar as estratégias.

De acordo com a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV) em 2020, o comércio online foi crucial para a permanência do setor na liderança de vendas.

Vale lembrar que a aderência dos supermercados ao formato e-commerce é a reafirmação da necessidade de transformação digital, que é inevitável nos próximos anos.

  • Self checkout

O que parecia coisa de filme, tendo cara de realidade distante, hoje é tendência para o varejo em 2021.

É ele, o Self Checkout, uma forma de venda que dá ao cliente uma maior autonomia, privacidade e agilidade.

Promovendo assim, uma melhor experiência de compra.

Em um supermercado, para garantir essa estratégia, é preciso oferecer autoatendimento com self checkout nos PDVs.

Nos Estados Unidos, essa estratégia já é bastante disseminada, em especial pelas lojas da Amazon.

No Brasil, essa estratégia ainda apresenta um avanço mais tímido, porém, ganhará o gosto do público nos próximos anos. 

Plataforma de gerenciamento dos clientes

Você sabia que a comunicação precária pode afastar o público da sua marca?

Nesse cenário, o varejo tem se preparado, com o auxílio de ferramentas de gestão de clientes para reter e fidelizar essas pessoas.

Através das plataformas de gerenciamento de clientes, é possível que o supermercado consiga criar vínculos mais sólidos.

Isso porque com a análise de dados feita por essa ferramenta, o supermercado consegue ter uma melhor base sobre o perfil de consumo dos clientes.

Com isso, a estratégia de atração se torna mais assertiva, escolhendo sempre o cliente certo, no momento certo.

  • Sistema de gestão online

Por último, e não menos importante, os sistemas de gestão são fiéis aliados na administração do negócio.

Essas ferramentas permitem ter um maior controle financeiro do supermercado, realizando análise de dados profundas.

No mercado atual, existem diversas plataformas de gestão, que podem se adequar a necessidade dos negócios.

Por exemplo, os famosos ERPs (Enterprise Resource Plannings) são ferramentas de grande utilidade, visto a sua capacidade de integração com os mais diversos setores do supermercado.

Quando o ERP é hospedado na nuvem, o gestor consegue fazer um acompanhamento mais eficiente, automatizado e holístico das informações do seu supermercado. 

Como resultado, é notório a elevação da rentabilidade, tendo em vista o acompanhamento orgânico de todos os dados.  

Essas dicas sobre tendências do varejo 2021 foram úteis para você? Se aprofunde sobre o tema lendo o nosso artigo sobre o Varejo 4.0!

Nós da Preço Prático somos especialistas em tecnologia para supermercados e trazemos para você informações valiosas para a gestão do seu negócio.

Por isso, não deixe de conferir os conteúdos do nosso blog!

Fique por dentro dos nossos conteúdos semanais!
Fique tranquilo, nunca enviaremos spam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *