marketing-sensorial

O segredo sobre marketing sensorial: o que é e como usá-lo em sua estratégia?

O marketing tem uma grande extensão de áreas para serem trabalhadas. Afinal, o marketing utiliza estudos sociais, psicológicos e até sensoriais.

Este último tem base na biologia dos sentidos humanos, em suas consequências para o cérebro e os desejos refletidos pela resposta do mesmo.

Basicamente, baseando-se nisso, é possível criar estratégias para fomentar a atração e a compra de clientes.

Ficou curioso para saber mais sobre isso?

Pois neste artigo você entende melhor sobre o conceito de marketing sensorial e o seu segredo tão assertivo, assim como aprende a utilizá-lo em seu negócio.

Vamos nessa?

O que é marketing sensorial?

Esse ramo do marketing também é conhecido como brandsense em inglês. Esse marketing utiliza os conhecimentos em torno dos sentidos do corpo humano para criar estratégias de atração de consumidores.

Isto é, o marketing utiliza técnicas que chamem atenção do paladar, olfato, visão, audição e o tato. Essa metodologia está associada ao neuromarketing, aquele em que estuda as áreas do cérebro que respondem a determinadas ações de desejo de um cliente.

Por isso, as estratégias de marketing sensorial envolvem os estudos neurológicos das respostas desencadeadas pelo desejo das pessoas e seus sentidos.

Para explicar melhor sobre isso, confira os próximos tópicos com estratégias sensoriais que você pode explorar no seu negócio.

Estratégias do marketing sensorial: sentido auditivo

A audição é uma ótima maneira de explorar a vontade de consumir de um cliente. Este sentido pode causar muitas sensações, como por exemplo, a alegria em ouvir uma música animada ou mesmo a calmaria de uma música clássica.

Nesse sentido, também existem efeitos sonoros que chamam a atenção do ouvinte, assim como o incentivam a consumir.

Por isso, uma boa estratégia pode ser criar uma rádio com músicas leves e que façam o cliente relaxar. Assim, ele pode passar mais tempo no supermercado para ouvir uma boa música, assim como percorrer os corredores mais vagarosamente. 

Estratégias do sentido olfativo

Além de horários de refeição como almoço e jantar, muitas pessoas entram em mercados e podem não estar com tanta fome. No entanto, se você promove refeições atrativas e feitas na hora, ao sentir o cheiro, seu cliente pode ficar tentado a comprar e sanar aquele desejo.

Além disso, o segredo do marketing sensorial é envolver o cliente além de ter bons preços ou itens de qualidade. Isso quer dizer promover um ambiente agradável em que ele deseje ficar e é possível fazer isso implementando boas fragrâncias no ambiente.

Essas fragrâncias devem ser leves e não enjoativas para que o cliente tenha prazer sempre que entrar no seu estabelecimento.

Paladar: como agradar este sentido?

Da mesma maneira que alguém fica tentado a comprar algo devido ao cheiro, o paladar também é aguçado.

E isso pode ser utilizado para fazer com que um cliente compre mais de um produto. Para isso, você pode fornecer produtos para degustação.

Ou seja, uma amostra atrativa para que ele seja incentivado a comprar determinado produto. Além do mais, quem não gosta de um petisco gratuito?

Estratégias sensoriais que envolvem a visão

A visão é um dos sentidos que os supermercados mais podem explorar, pois há muito o que oferecer dentro do espaço. As possibilidades vão desde a localização dos itens, até a escolha das cores do ambiente.

Por exemplo, se produtos saborosos como doces e chocolates estiverem em prateleiras mais baixas, é mais provável que crianças vejam e peçam aos pais. 

Da mesma maneira, se itens como petiscos estiverem próximos a bebidas, é possível vender ambos os produtos por associação.

E no aspecto das cores, você deve saber que elas podem ser grandes aliadas, pois cor e consumo têm tudo a ver! Confira a sensação passada por cada uma delas:

  • Vermelho: estimula as compras;
  • Azul: passa confiança e credibilidade;
  • Preto: cor associada ao luxo;
  • Rosa: relaciona-se a itens femininos, é possível utilizar essa cor em seções quem focam em mulheres;
  • Amarelo: alegria e motivação.

Estratégias do tato no marketing sensorial

Um aspecto que a compra online não supre é a possibilidade de tocar e sentir o produto. A textura e a temperatura são importantes percepções para definir uma compra.

Por isso, expor colchas, lençóis ou até mesmo deixar cosméticos como provadores aumenta as possibilidades de venda dos produtos. 

No final das contas, o fornecimento de petiscos, o uso de um produtor como teste grátis ou a utilização de um odorizante de ambiente devem ser vistos como investimentos para o seu negócio.

Pois, no fechamento de caixa diário, todos esses aspectos serão refletidos na contribuição das vendas do seu negócio!

E se você deseja aprender mais sobre isso, não deixe de conferir o artigo de cor e consumo, uma ótima maneira de aprofundar as estratégias de marketing sensorial da visão!

Fique por dentro dos nossos conteúdos semanais!
Fique tranquilo, nunca enviaremos spam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *