como o cadastro de produtos pode ajudar em sua vendas

Como o Cadastro de Produtos pode ajudar nas suas vendas? Descubra!

Uma das principais características do varejo de alimentos é a diversidade de produtos disponíveis nas prateleiras. Para te dar uma noção, um pequeno supermercado pode ter milhares de produtos diferentes, se contarmos todas as seções. Nessa realidade, surge uma dificuldade bastante comum entre os varejistas e que pode te ajudar nas vendas: o cadastro de produtos de forma correta

Bem, só quem trabalha com o comércio sabe bem como é difícil realizar essa operação no dia a dia, quando não existe uma estratégia para tal.

Por isso, pensando em facilitar a sua rotina, nós do preço prático desenvolvemos esse artigo para te ajudar!

Então, continue a leitura e aprenda como cadastrar os produtos do seu varejo e saiba como a adoção da estratégia certa pode alavancar as suas vendas!

Acompanhe!

O que é o cadastro de produtos?

O cadastro de produtos reúne as principais informações de um item que é colocado à venda.

Então, a partir disso, o sistema gera um código de barras para esse item.

Não somente, para além dessa identificação única, o cadastro de produtos é de suma importância para gerar informações relevantes para a administração do estabelecimento.

Por exemplo, esse cadastro pode reunir informações relacionadas a lucratividade, estoque, vendas, e muito mais!

Lembre-se que, quando uma loja não realiza o cadastro de forma correta, é comum ocorrer a incorreta coleta de informações.

E, como consequência, o seu negócio poderá sentir impactos bastante negativas, em especial, no quesito controle financeiro e lucratividade.

Como funciona o cadastro de produtos?

No momento do cadastro de produtos, que ocorre através de sistemas, o responsável por essa tarefa deve informar os dados específicos de cada item.

Entre as variáveis, as mais comuns no momento da inserção são:

  • Nome
  • Tipo
  • Número de identificação
  • Nome de fornecedor
  • Descrição geral (tamanho, peso, volume etc.).

Para além disso, no processo correto de cadastro, é necessário inserir as tributações dos produtos.

Isso porque, tributos como PIS, COFINS, IPI e ICMS influenciam nos valores que são repassados para o cliente e na sua lucratividade.

Por isso, nunca se deve esquecer classificar corretamente todos os itens para o cálculo correto dos impostos.

Finalidade na prática

Bem, como você viu anteriormente, o cadastro correto dos produtos abrange uma grande relação de informações.

Mas para que isso serve?

De forma prática, com todos esses dados reunidos, o varejista tem um melhor controle sobre esses produtos, com monitoramentos mais assertivos.

Consequentemente, todo o estabelecimento ganha, desde o departamento fiscal (que cuida dos impostos) até o estoque (que terá informações corretas sobre o fluxo de entrada e saída de mercadoria).

Dicas de como realizar um bom cadastro de produtos

Escolha um funcionário responsável por essa tarefa

Um dos maiores erros do varejista é deixar a tarefa de cadastro de produtos sem um responsável.

Em uma loja, é comum que várias pessoas cadastrem os produtos, isso é normal, até porque a demanda é grande.

Entretanto, é fundamental que haja um único revisor, para conferir se os dados inseridos pelos funcionários estão em conformidade.

Além disso, o revisor deve ser o responsável por orientar, corretamente, todos os funcionários que se encarregam do cadastro.

Isso é necessário para que a tarefa seja a mais uniforme possível.

Padronize a descrição

Para conseguir um maior controle no cadastro, é necessário realizar a padronização da descrição.

Tem situação mais estressante do que tentar entender o que está escrito e aquilo não fazer sentido?

Por isso, baseado em uma estrutura mercadológica, o cadastro de produtos precisa ser feito de forma padronizada, mas que atenda às necessidades de cada empresa.

Assim, para tornar o processo eficiente, mantenha o cadastro por níveis e categorias.

Dessa forma, os seus funcionários poderão informar todas as particularidades do produto.

Não se esqueça que, um item deve ter em seu cadastro, no mínimo as descrições citadas no tópico “como funciona o cadastro de produtos”.

A importância do cálculo do preço de venda dos itens

Bem, você cadastrou os seus produtos, descobriu o valor unitário e quais impostos incidem sobre aquele item, agora é a hora de pensar no preço de vendas.

Sem dúvidas, precificar corretamente um produto é de suma importância para manter o seu negócio em posição estratégica no varejo.

Isso porque, no varejo, é preciso ter uma visão panorâmica do mercado, visto que muitas variáveis influenciam no preço dos produtos.  

Por isso, é muito importante analisar o público no qual a sua empresa lida, o nível da concorrência e o diferencial que o seu estabelecimento oferece.

Com isso, é possível ter uma noção melhor no momento de precificar um produto.

Você pode continuar a leitura do cálculo de preço de vendas clicando aqui para acessar um artigo exclusivamente sobre esse tema.

Otimize a divulgação das ofertas com cartazes pré impressos

Com o cadastro e a precificação okay, finalmente chega o momento de apresentar as tão esperadas ofertas para os seus clientes.

Mas você precisa manter padrões excelentes no seu estabelecimento, com cartazes chamativos e padronizados.

Para isso, conte com a ajuda da Preço Prático!

Com os nossos sistemas online de cartazes pré impressos, é possível criar centenas de cartazes que são práticos e ajudam na hora de divulgar as ofertas!

Não fique de fora dessa, conheça a nossa tabela de preços clicando aqui!

Fique por dentro dos nossos conteúdos semanais!
Fique tranquilo, nunca enviaremos spam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *